Dia dos Namorados, sem namorado.



Sem namorado e sem drama também. O coração está vazio, mas não quer ser ocupado por qualquer um. Eu procuro cuidar muito bem dele. Abro as janelas para que entre a brisa suave, troco as lâmpadas queimadas e os azulejos trincados, espalho flores pela sala e coloco óleo nas dobradiças. Tento não deixar o serviço nas mãos de outras pessoas. Ás vezes, ele é albergue. Rápido, festeiro, intenso e divertido. Música alta, luzes hipnóticas coloridas, taças fora do lugar. Dura o tempo exato para só haver boas lembranças. É melhor do que alugar a torto e a direito. Inquilino descuidado só dá prejuízo. Não liga se há vazamentos, canos entupidos, pinturas descascadas. Arrasta móveis, arranha o chão, faz gambiarras, não gosta de porta-retratos, nem de pinturas na parede. Não tem os mesmos cuidados de quem pensa em morar, mesmo que a transação seja cancelada depois. Esse cuida de onde vive. Limpa os pés antes de entrar, coloca o quadrinho “Mi Casa, Su Casa”, passa mais uma mão de tinta na porta, molha as plantas, liga o som e prefere fazer reparos, ao invés de esperar pifar de vez. Arisca que sou, confesso que ando desacreditada. O tapetinho de boas-vindas está enrolado lá no canto. Mas... apesar de guardado, ele está sempre brilhando de limpo.

19 comentários:

Anônimo disse...

Sensacional!!! Amei!!!
Fofo demais, amiga!!!
Bjinhos :-D

Kakaya disse...

Aaaaaaaai Anna!Amei!
É assim mesmo...temos que cuidar bem do nosso coração. Sem drama!

Mila Neri disse...

Annaaaa, seu coração é muito nobre e bem cuidado, não é lugar para qualquer um!

Ana disse...

Adorei, adorei! Até coloquei o link na minha página do facebook. Meu tapetinho tb está enrolado, mas sempre limpinho. :)

Marisley Oss disse...

Parabéns pela descrição, assim como vc também ando um tanto desacreditada e acredito que as vezes um momento "alberque" vale muito muito mais do que um inquilino bagunceiro, pois este sempre vai deixar contas a acertar ..srsr ... mas o importante é manter a casa bem cuidada!!!

Jou Jou Balangandã disse...

Anna, que texto lindo!!!
O Jou Jou tá de volta, ainda que eu não tenha a sua inspiração .... ah, não resisti e linkei o seu post no face, tá??

Beijos

Dedinhos Nervosos disse...

Mandoca,
Que bom que vc gostou! E postou direitinho, heim! Aeeeee ;o)
Bjo!

Karlinha,
Issaê! Pensamos igual!
Bjo!

Milaaaaaaaa,
Que bom ver vc aqui! :o) E obrigada, amiga. E no meu coração tem um lugar especial pra amigas como vc! :o)
Bjo!

Ana,
Temos que manter tdo nos "trinques", né? Vai que... rsrs Obrigada pelo link. Me procura no Face! Eu tô entre os amigos da Rê e da Cláudia. :o)
Bjo!

Marisley,
E as contas são sempre bem desagradáveis, né? Apesar de querer um morador, A este tipo de inquinos, prefiro uma boa festa ;o)
Bjo e bem-vinda.

Jou Jou,
Que bom que vc voltou a escrever. Vou lá hj msmo! E tenho certeza que vc tb voltou inspirada! Fico lisongeada por vc ter me linkado. Obrigada!
Bjo!

Bruno e Karina disse...

Delícia de texto Anna...concordo bem com vc...melhor um coração livre e bem cuidado, que um ocupado e infeliz! Dia dos namorados prá mim sempre é dia de família e amigo, vc sabe...maior amor que vindo dessas pessoas duvido que possamos encontrar na vida! Beijos, K.

Anônimo disse...

Amiga
É assim mesmo, e acredito que a maioria das pessoas pensam como você, só não sabem como deixar o coração sempre arrumadinho.
E moradores que já entraram e não deram certo, pra que tentar de novo? Vai tomar prejuízo no aluguel! Fato!
É preciso que seja dessa forma, assim quando o morador definitivo chegar, vai encontrar tudo no seu devido lugar!
;)
Ju

Anônimo disse...

amor, namorados, coração.. quase um ciclo vicioso. Não que a gente quisesse que fosse exatamente um ciclo né? :) Beijao Annocas, saudades de vc.

Ana M. Perim

Dedinhos Nervosos disse...

Ká,
Eu sempre lembro de vc neste dia por causa do que costuma falar: que é o dia do amor. E disso que não posso me queixar, né? Família, amigos, meu! Claro que tb quero um morador, mas enquanto ele não vem, prefiro albergue mesmo. :o)
Bjos!

Ju,
Sem alguém em dia e sem reparos, né? Só problema. E vamo abrir as janelas pra entrar também o sol!
Bjos!

Ana,
Sua danada! rsrs
É, nem sempre os ciclos são bons, né? Só quando vem para boas mudanças!
Bjos!

ataqueaereo disse...

Muito bom, Anna!

Dedinhos Nervosos disse...

João,
Brigadaaaaaaaa!!!!
Bjos!

Brunno Lopez disse...

Normalmente os 'abandonados pelo rótulo' despejam um brigadeiro de lamentos e argumentos nefastos sobre a injustiça do mundo quanto ao companherismo e romantismo que essa simples data exige.
O modo como conduziu o texto foi bastante peculiar e animador. Esse otimismo pintado em cores de preparação, arrumação e principalmente cuidado com o espaço-pessoal-amoroso agrada em graus celestiais, pois atira na cara dos clichês atuais!

Lucrecia disse...

Que gracinha amiga, Adorei!

Leandro disse...

Você é mesmo brilhante...

Dedinhos Nervosos disse...

Bruno,
Eu tento sempre ser animadora e o Dia dos Namorados pra mim teria sido melhor ainda se estivesse junto de 1 amor, claro. Mas sempre pensei deste jeito e agora resolvi tornar público! Obrigada pelo coment.
Bjos!

Luka,
Amiga, vc sabe que sempre pensei assim, né? :o)
Beijos!

Leandro,
Brilhante como Ariel! hahah Brigada!
Beijos!

camila disse...

como sempre arrasou!!! amei e postei.. demorei mas fiz viu..ehehe

Dedinhos Nervosos disse...

Camileti,
Brigada! Saudades de vc!
Bjos!