Onde preencho minha ficha?



Anúncio oferece R$ 40 mil para vaga de zelador de ilha paradisíaca
da BBC Brasil
O governo do Estado de Queensland, na Austrália, está oferecendo o que considera "o melhor emprego do mundo": o de zelador de uma ilha paradisíaca. O local de trabalho é a ilha Hamilton, uma das 600 ilhas da Grande Barreira Coralina --o maior recife de coral do mundo, que abriga um complexo e diverso ecossistema.

A vaga é para um contrato de seis meses e o salário é de US$ 150 mil (R$ 235 mil) pelo semestre --o que representa pouco menos de R$ 40 mil mensais. Entre as responsabilidades está a coleta das correspondências, alimentar tartarugas marinhas e peixes, limpar as piscinas, observar baleias e mergulhar.

O governo esclarece que o candidato não precisa de qualificações acadêmicas, mas saber mergulhar, nadar e ter espírito aventureiro. "O fato de que o contratado será pago para explorar as ilhas da Grande Barreira Coralina, nadar, mergulhar e viver no estilo de vida de Queensland faz desse sem dúvidas o melhor emprego do mundo", disse o primeiro-ministro interino de Queensland, Paul Lucas.
Na ilha de Hamilton, o governo oferece acomodação em uma casa de três quartos e sacadas com vista para o mar, além de um buggy para transporte na ilha. Além de cuidar das tarefas rotineiras, o empregado também deverá manter blogs, diário de fotos e vídeos sobre o trabalho.

Marketing
De acordo com a ministra do Turismo de Queensland, Desley Boyle, além da contratação de um candidato apropriado para a vaga, o processo de seleção faz parte de uma campanha de marketing para incentivar o turismo na região.

"Queremos abrir nossas portas para o mundo e convidar um sortudo para viver em Queensland por seis meses e depois contar para o mundo sobre as experiências que teve por aqui", disse Boyle.

Os candidatos devem preencher uma ficha de inscrição e enviar um vídeo de 60 segundos para participar do processo de seleção. Os selecionados participarão de uma entrevista.
O processo de seleção está aberto até 22 de fevereiro e o nome do novo empregado será anunciado no dia 6 de maio. O contratado deve começar a trabalhar no início de julho.
"Acredito que o maior risco será que o empregado não vai querer ir para casa no final dos seis meses", disse Boyle.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u488990.shtml

7 comentários:

Srta. Rosa disse...

Eles vão acabar contratando algum funcionário indicado... rsrsrs... o que vai ter de gente se candidatando...
Agora, quer aumentar suas chances? Frisa que é mocinha e que pretende estabelecer residência por lá... quem sabe!!!
Besitos e boa sorte.

Elis disse...

ahh eu queroo...deve ser maravilhossooo dumir nestas brisas.....hehehe
xeroo fofix!

Paula disse...

Olha, tô procurando também! Se eu te achar eu te falo, se vc achar, me fala, ok?!

beijos

Marcos Costa Melo disse...

Mas o que faltou nessa matéria é que o mar é perigosíssimo, cheio de tubarões e águas-vivas, entre outras criaturas na água e ainda outros perigos em terra...hehe

Déa disse...

Não... É muito stressante, sem dúvida. Rss
Beijos

isaBela araújo silvA disse...

Assisti uma matéria no Jornal da Globo sobre o mesmo tema... lugar repleto de tubarões, câncer de pele na certa, arraias mega venenosas, enfim, falta dizer que tudo tem seu preço, fora o salário... kkkk.

Lucia Cortez disse...

Uau,,, eu quero ir....