Sabe aquele carnaval que você brincava quando era criança? Aquele que você fantasiava antes mesmo de vestir sua fantasia e se divertia, com uma pontinha de inveja, vendo a criatividade alheia? E a festa era sempre de dia porque você ainda não tinha idade para dormir tardão. Esse é o carnaval de Olinda. É uma volta à infância em imenso estilo. É o sobe e desce pelas zilhões de ladeiras que serpenteiam a cidade e servem de palco para muita irreverência, maluquices e gargalhadas de pessoas com vários sotaques, culturas e objetivos diferentes. Essa matinê de gente grande é aquecida mais pela multidão do que pelo sol escaldante, o que não impediu muita gente de usar roupas pesadas e totalmente fechadas como o Flash e o Homem Espermatozóide que vi pulando corda, literalmente.

Foi para esse carnaval que eu fui. Para o carnaval que me fez levar na mala a Mulher Maravilha e a Melindrosa. Para os shows do Recife antigo eu acabei desanimando e preferi ficar em casa dormindo, recarregando as baterias para a festa que começava ainda antes do almoço. Tudo bem que meus amigos vão dizer que eu não poderia ter perdido. Até concordo com eles, mas outros carnavais virão e, quem sabe, eu deixo de ser tão café com leite.


Ps. Cenas dos próximos capítulos: praias!

5 comentários:

Helena Cortez disse...

que delícia!

Anônimo disse...

lindo lindo lindo!!! amo olinda!!!
amiga flávia.

Flávia D. disse...

Adorei as fotos e a tua fantasia. Espero ir algum dia para Olinda, nem precisa ser no carnaval.
bjos

Paula disse...

É de carnaval assim que eu sinto saudades. Adorava me fantasiar e uma que não esqueço foi de melindrosa!

Muito legal as fotos e todo o carnaval!

beijos

lualil disse...

Annocas,
Realmente perder os shows no Recife antigo foi meio ruim.. aposto que tu teria gostado!
Tem la no Traduzir-se, não sei se ja leu, um post que fala deste carnaval em recife/olinda em paralelo com o de salvador.. não sei pq(ahahahah) mas eu dediquei a ti!
beijos de saudades!!