O retorno

Conheci um cara segunda-feira, depois que saí da agência. Thiago. Moreno, da minha altura, tatuado, braços traçados. Simpático até dizer chega. E olha, já tinha um bom tempo que um homem não me deixava com tanta tremedeira nas pernas. Não sei quantas vezes ele me falou "vai, vai. Nào para! Tá quase. Mais uma vez. Vai". E ficamos nessa mais de 1 hora. Fiquei toda dolorida. É... é complicado voltar a malhar depois de 2 meses e meio. Quer saber? Eu acho que odeio esse tal Thiago, meu novo instrutor.

13 comentários:

Ana Maria disse...

Nossa senhora, tomei um susto Anna!
Ele é o instrutor nee? hahahaha
:) força companheira!!

Mila Neri disse...

Nossa senhora, tomei um susto Anna! [2]

heheheh

Evandro Varella disse...

Heheheh, atenção com a intenção!
Bjs

IsABela araÚjo siLVA disse...

hahahaha.
chorei de rir querida! ótimo post!

disse...

hahaha............ preciso dessa coragem tb!!! =)

bjo

Gabriela disse...

hahahahahaha
mto bom!!!!!!! no inico td são flores amigas, de lindo o instrutor passa a carrasco.......mas o resultado faz ele se redimir!!!!! tenha ctza.
bjs

Paula disse...

Kkkkkkkkkkk, quando começei a ler o post, achei que um novo amor tinha pintado. Morri de rir!

beijos,

Leandro disse...

Se dois meses e meio fora do mercado já dá nessa tremedeira toda, não quero imaginar mais tempo...

Jou Jou Balangandã disse...

Rssss, morri de rir!

Anônimo disse...

hauhauahauaha
muito bom!!!
beijos
frrravinha

K. disse...

A maior relação de amor e ódio do mundo...tb amo meu instrutor, odeio TUDO que ele me obriga a fazer (Obriga literalmente), e amo de novo quando as roupitchas voltam a me vestir...beijos gata!

Flávia D. disse...

Boa sorte e não desista! =)
bjos

minicontosperversos disse...

hum... pegadinha