Filosofia de carnaval

Estava eu, morta de fome, pelas ruas de Olinda, muito longe do albergue, quando me deparei com a única opção do cardápio das ladeiras: arrumadinho.


Eu olhei, olhei e soltei a pérola:


"A fome é uma coisa interessante. Nada do que tem aqui eu gosto... mas eu vou comer tudo."


Quem me conhece bem, vai olhar a iguaria e vai entender o tamanho da fome que eu estava para encarar o tal arrumadinho. E eu comi tudo.

Um comentário:

carlosholzz disse...

ate eu que tenho pavor de feijao comi!!!!!!!!!!!!!!.....vc tinha que ter colocado aquele caldinho de feijão que vinha daquele recipiente indescrítível e incomível (ou bebível)....dentro de um copo "prástico" e que vinha acompanhado de um camarão......uma azeitona e (babem-ou vomitem) um ovo de codorna!!!!!!!!!!!!!argh!!!!......posso nem lembrar quando aquilo escorreu no meu dedo.....o que fazer?....lamber..cortar o dedo fora.....rezar pra chover e lavar......gritar ate conseguir socorro!!!!!!.....kkkkkk....aquilo sim era uma iguaria......