Na Palestra noturna do Tamar, soube do nome do bicho, que só existe em Noronha e se aproxima das pessoas querendo comida! E eu levava biscoitos por todos os lugares, eles deviam me ver como uma cantina ambulante. Um casal que estava na Pousada contou que foi pro Sancho com uma bolsa cheia de comida pra passar o dia no lugar. Arrumou tudo direitinho na sombra e depois de ficar um tempão no mar, voltou e encontrou as provisões sendo atacadas pelas mabúias. A moça que vende comida na Praia do Leão contou que precisa dar alguma coisa pra elas quando chega, ou elas ficam por lá e ninguém compra nada. E para completar a antipatia, na noite de 2ª feira, tinha uma em cima da TV do quarto. Dei um chilique. Carlos, falso, me enganou dizendo que tinha conseguido colocar pra fora. No outro dia, Marlene contou que foi super difícil tirá-la do quarto. A mabúia se escondeu dentro da bolsa do Carlos e ela teve que tirar tudo até achar. Podia ter sido pior. Podia ter sido na minha bolsa.

4 comentários:

carlosholzz disse...

eu adorei as mabuias!!!!!!....elas tem personalidade!!!!!!!.....e vc quase foi presa por querer matar o bicho....lrmbra do primeiro mandamento noronhês?.....não perseguir, matar ou levar embora os bichos da ilha.........ja te vi sendo carregada algemada!!!!!!!!!

Leandro disse...

Tem que pagar pedágio pras Mabúias??? Como assim? Ou é suborno, propina? Desse jeito, elas vão se reproduzir mais e mais! Não tem predador pra elas não?

Dedinhos Nervosos disse...

Leandro, elas ficam em cima até ela dar. E chamam toda a família. é muita mabúia. Eu acho que não tem predadores naturais, não. Acho só as cobras, né? Mas Noronha não tem cobras... graças a Deus. Imagina fazer o monte de trilha rezando pra não encontrar nenhuma pelo caminho? Já bastam os tubarões! rsrs
Beijos!

Dedinhos Nervosos disse...

Amore Mio... não esqueça da parte "não alimente os animais". Há rézixtros. ahha